Olhando Para Dentro

Há dias entro aqui e começo a escrever um texto para justificar a minha ausência.
Nas primeiras três frases, desisto.
Mas, hoje, acordei com vontade de publicar essa “carta”, prestando carinho e consideração à vocês, leitoras, que sempre foram tão presentes e atenciosas comigo.

Acho que vocês sabem que sou eu, pessoalmente, que digito cada palavra e monto cada post do Blog. Portanto, é um veículo que depende inteiramente de mim, o que significa que, se eu paro, ele também para. E, nas últimas semanas, inevitavelmente, parei.

Parei porque meu corpo pediu resguardo. Porque minha mente pediu silêncio. Porque meu coração pediu respiro.
Parei para refletir ações repetidas e viciadas que estavam me fazendo andar em círculos.
Parei para pensar onde pretendo chegar. Para ser um pouco expectadora de mim mesma, e conseguir identificar, sem impulso, o que precisava mudar.

Me descobri mais frágil do que julgava ser.
Mais humana.
E mais vulnerável.
E aprendi a aceitar e abraçar essa parte de mim. Sem maquiar com atitudes duras que, mais cedo ou mais tarde, acabam se desmoronando.
Porque, no fundo, qualquer defesa que criamos para nos proteger da nossa essência, desencadeia um processo bem distante da paz.

Outro dia, ouvi de uma pessoa que a gente nunca deve se envergonhar de ser como somos.
Num papo informal, com uma pessoa que não sabia nada a respeito do que se passava dentro de mim.
Aquelas palavras mexeram comigo.

Tenho vício de ser brava quando me sinto vulnerável,
De querer ser dura quando estou carente,
E de defender a independência, quando, na verdade, sou super apegada.

O resultado? Vivo me desculpando por ser quem eu não sou.

Seria mais fácil, portanto, tirar a “armadura” e ceder às minha fragilidades.
Ser só essência.
Ser humana. Sem a obrigação de ser “super mulher”.
Ser forte, mas saber pedir colo, quando meu lado “menina” gritar.

O corpo precisou sossegar, para que a mente pudesse acalmar e desencadear o tal processo do auto conhecimento.
Porque ter fé, nos conecta com uma energia superior.
Meditar amplia o equilíbrio.
Yoga nos ensina disciplina e auto controle.
Mas são justamente as experiências mais humanas e terrenas, que nos fazem evoluir.

E foi nesse tempo de introspecção que consegui decifrar o que se passava dentro de mim, para seguir adiante com amadurecimento, serenidade, e leveza.

Prometo que, aos poucos, vou retomando as atividades por aqui.
E espero que a minha experiência possa, também, inspirar as reflexões de vocês.

Bom dia!

 

Gourmet Burger by Chef Chad

America’s Favorites – Week 2 

Gourmet Burger – Red Robin’s Recipe

Red Robin é uma rede de restaurantes nos Estado unidos famosa por seus Gourmet Burgers. O menu é extenso, e agrada em cheio qualquer Burger lover. Acho difícil pensar na culinária americana sem logo imaginar um suculento hambúrguer. Muito além do básico cheeseburger vale a visita quando estiverem pelas terras do Tio Sam. O escolhido de hoje é o Smoke & Pepper Burger, que destaca-se pelo molho “smoke pepper ketchup” e pelo nosso querido bacon.  

Smoke & Pepper Burger (porção: 1 sanduíche)

Ingredientes  do Molho Smoke & Pepper Ketchup:

1 pimentão vermelho (prepare o pimentão da mesma maneira que fizemos para o Hummus, nesta receita AQUI)

1 xícara de ketchup

¼ xícara de mostarda dijon

3 colheres de chá de molho Horseradish (Recomenda-se da marca Heinz)

2 colheres de chá de páprica

¼ colher de chá de tempero de alho

¼ colher de chá de pimenta do reino

1 colher de chá de molho de pimenta 

Modo de preparo:

Após preparar o pimentão, corte-o em pequenos pedaços. Os adicione a um processador de alimentos juntamente com o ketchup. Bata até que atinjam uma consistência bem cremosa e homogênea. Adicione o restante dos ingredientes e misture bem

Ingredientes  do Burger:

500gr de costelinha de boi moída (a receita original oferece um hambúrguer bem grande e suculento, mas fica a critério de cada um)

¼ colher de chá de pimenta do reino

½ colher de chá de tempero de alho e cebola

Sal a gosto

Modo de preparo:

Em uma tigela misture bem todos os ingredientes e modele a carne no formato de hambúrguer. Pode ser feito tanto em uma churrasqueira quanto na frigideira. A receita original pede pelo hambúrguer ao ponto.

Montando o sanduíche:

O pão escolhido é a ciabatta que deve ser levemente tostada para a montagem do sanduíche. Acrescente queijo cheddar, picles, alface, bacon, smoke & pepper ketchup e o hambúrguer. Dica: acrescente pimenta do reino ao bacon cru, e frite-o logo em seguida em uma frigideira bem quente. 

Papo de Cozinha

Imagine réunir amigas para uma deliciosa aula de culinária funcional, e ainda receber cuidados especiais para nos deixar lindas? O evento da última Quinta Feira, foi assim!

Em parceria com o Bouquet Garni, o LM Studio nos convidou a escolher três amigas para brindar e aprender alguns truques gastronômicos da Chef Agnes Farkasvölgyi. Os ingredientes foram todos fornecidos pelo Mundo Verde Lourdes, para que os pratos fossem leves e naturais, nos liberando de qualquer dor na consciência no dia seguinte. A Talento Jóias nos enfeitou com as peças lindas e delicadamente trabalhadas, que a marca produz com maestria, e a Temps du Vin foi responsável pelos brindes, regados a Foss Marai.

O resultado foi uma noite super agradável, descontraída e cheia de registros lindos, que vou dividir com vocês por aqui.

Buffet Bouquet GarniBouquet Garni BHPapo de Cozinha Bh Carol Rache e AmigasCarol Rache Brinco Talento JoiasCarol Rache Brinde AmigasTaças Bouquet GarniBrinde Anéis Talento JóiasCarol Rache e Raquel MattarPapo de Cozinha Bh Carol RacheBouquet Garni MenuSobremesa Bouquet GarniCarol Rache Vestido PynabluDetalhes Vestido Pynablu Carol Rache

Vestido: Pynablu | Jóias: Talento Jóias

Ph: Luiza Ferraz

Candy Apples

American FairsFairs sao feiras ou exposições que acontecem por todo os Estados Unidos, durante o verão. Além de exposições de animais, roda gigante e outros brinquedos de parque de diversões, uma de suas maiores atrações são as barraquinhas de comes e bebes. A gastronomia é bem americana, muito hot dog, steak sandwich, pipoca caramelada, snow cones (gelinho raspado com cobertura), milk shakes, e muita fritura…encontra-se até mesmo FRIED OREOS (biscoito oreos fritos)!!! A receita de hoje é um símbolo do verão, Candy Apples, ou em bom português, maçã do amor.

Maçã do amor tradicional (porção: 6 maçãs)

Ingredientes:

3 xícaras de açúcar
1 xícara de água
½ xícara de light corn syrup (encontrado no supermercado Verdemar)
¼ colher de chá de corante para alimentos vermelho
6 maçãs pequenas (vermelhas ou verdes)
6 espetos de madeira

Preparo:

Em uma panela misture o açúcar, corn syrup, corante e água. Deixe ferver por aproximadamente 20 min. É importante que não mexa com a colher enquanto a mistura estiver ao fogo, para que o açúcar não cristalize. Enquanto isso cubra um tabuleiro com papel manteiga, onde deixaremos as maçãs secarem, uma vez que estiverem prontas. Remova o cabinho das maçãs e perfure com os espetos. Retire a panela do fogo e mergulhe as maçãs até que fiquem totalmente cobertas pelo doce. Caso o melado comece a endurecer, leve ao fogo baixo novamente. Deixe as maçãs descansarem por 1 hora antes de servir, ou refrigere até que formem uma camada externa bem crocante.

Chocolate Candy Apple

Ingredientes:

6 maçãs
6 espetos de madeira
500gr de chocolate ao leite ou meio amargo
Opções para a cobertura: granulado, M&M’s, bombons, biscoitos ou kit kat triturados, coco ralado – Quant: 1 xícara

Modo de preparo:

Coloque os espetos de madeira nas maçãs, após cortar os cabinhos das mesmas, e as reserve na geladeira. É importante mantê-las refrigeradas auxiliando na fixação do chocolate. Esquente uma panela com água, e derreta o chocolate lentamente, em uma tigela sob a água quente. Esse processo também pode ser feito no micro-ondas, tornado a receita ainda mais fácil. Apenas 2 minutos são necessários no micro-ondas, mas é preciso mexer o chocolate na metade desse tempo. Após derretido, retire as maçãs da geladeira e as mergulhe no chocolate, girando para que sejam completamente cobertas por essa delícia. Em uma tigela separada coloque a cobertura desejada e cubra a maçã já com o chocolate. Deixe descansar no papel manteiga e refrigere por alguns minutos. Use a criatividade e crie novas e deliciosas Candy Apples!

 

Mini Sanduíche de Costelinha

Para os amantes de um bom sanduíche como eu, a dica de hoje é garantida de se tornar uma de suas preferidas. Inusitado, doce e picante passa longe do conceito fast food e é uma ótima opção para um lanche descontraído.  

Mini Sanduíche de Costelinha de Boi e Molho Asiático

Ingredientes (Porção – 10 sanduíches)

1 kg de costelinha de boi desossada

½ garrafa de molho sweet chili (encontrado no Verdemar)

1 maço de coentro fresco

½ pepino fatiado bem fininho

1 cebola pequena fatiada

10 pimentas biquinho cortadas ao meio

500 ml de água

½ xícara de vinagre branco

10 pães para cachorro quente (Paes artesanais, de cebola, batata ou abóbora)

Sal a gosto

Pimenta do reino a gosto

Preparo:

Pré-aqueça o forno a 200 graus Celsius. Em uma panela grande coloque a água e a costelinha para que seja refogada lentamente no forno. Acrescente metade da medida do molho sweet chili e leve a panela tampada ao forno por aproximadamente 8 horas ou até que a carne esteja soltando do osso. Desfie a costelinha e misture o restante do molho e o coentro picadinho. Tempere com sal e pimenta a gosto. Separadamente misture o pepino fatiado e sem semente, a cebola e a pimenta biquinho no vinagre. Pronto! Monte o sanduiche, faça um corte no topo do pão, recheie com a costelinha e decore com o pepino, cebola e pimenta biquinho.