O Preço do Amor

A gente sempre questiona o preço de tudo. No supermercado, na padaria, nas escolas, livrarias, salões de beleza e até quando o assunto é saúde a gente se pergunta se vale a pena pagar tão caro.

Nas relações, no entanto, muitas vezes esquecemos de fazer esses cálculos. Parece que os romances hollywoodianos criaram um protocolo que transforma qualquer reflexão racional acerca de um caso de amor em um ato de extrema frieza. Como se racionalidade e emoção fossem fenômenos incompatíveis.

Oras, quem nunca ouviu dizer por ai que o amor supera tudo, que move montanhas, atravessa oceanos e faz até boi voar? Eu já ouvi e também já profanei todas essas verdades. Mas, na prática, suspeito que não seja bem assim que a banda toque.

Amor é importante, é essencial e é pressuposto básico para que uma relação conjugal prospere felicidade e satisfação. Mas é um motorzinho que depende de milhares de pequenos aparatos e parafusos para engatilhar e se manter funcionando. Sozinho, ele não consegue fazer o carro andar.

Você é louca por ele, e ele não consegue viver sem você. Mas já parou para se imaginar no longo prazo? Daqui há 10 anos, com a relação devidamente estabilizada, a perspectiva é de ter um bom companheiro, um marido carinhoso e uma pessoa que te respeite? Se a resposta for sim, bingo! A gente sabe que o futuro a Deus pertence, mas dentro de um raciocínio lógico, você está apostando no cara certo. On the other hand, se você não consegue imaginar uma vida de paz, tranquilidade e transparência com a pessoa que hoje ocupa seu coração, vale repensar suas escolhas.

Nem sempre é fácil fazer esse balanço. Coração costuma ser cego e teimoso, e mulher adora a empreitada de “consertar” um homem. Nossa emoção sempre diz que apesar de qualquer pesar, vale a pena estar com a pessoa que faz borboletas baterem no nosso estômago. Mas a razão tem o dever de nos policiar, para estabelecer qual é o nosso limite de tolerância, e qual preço estamos dispostas a pagar pelas relações que escolhemos.

Algumas vezes vai sair caro, mas a preciosidade da mercadoria faz valer. Outras, vai sair por uma pechincha, mas a gente sabe que é necessário olho clínico para arrematar produtos em liquidação. O que se deve avaliar, em termos práticos, é o custo benefício. Sair do comodismo, livrar-se do pensamento engessado e ter coragem de se perguntar: vale desembolsar meu tempo? Que tipo de pessoa eu vou precisar me tornar, para sustentar essa relação? Se a transformação for benéfica, o investimento quase sempre se justifica.

É um tipo de matemática muito pessoal, mas um tanto necessária. Porque pior do que desperdiçar dinheiro, é desperdiçar vida.

Amarelo & Preto

Uma camisa que poderia ser básica, uma calça que poderia ser nada. A diferença fica por conta dos detalhes: nos punhos, renda e a amarração trazem feminilidade. Nas pernas, o plissado do tecido confere charme e sofisticação. E, para compor o resultado – que já seria lindo, ainda que ficasse só no duo de calça e camisa preta-, um colete chique, moderno e que traz, mais uma vez, essa combinação de cores que tanto amo! 

Carol Rache

Carol Rache Foto Renata CamposCarol Rache BlogDetalhes Carol RacheCarol Rache What About

Carol Rache Sorriso

Renata Campos por Carol Rache

Renata Campos

Carol Rache para Renata Campos

Carol Rache Foto Luiza Ferraz

Carol Rache Cabelo

Look Renata Campos

Ph: Luiza Ferraz | Make: Paulinho (Douglas Coiffeur)

Macaquinho Renata Campos

Falando sério, já vi e revi essas fotos milhares de vezes e o meu amor por esse macaquinho da Renata Campos não para de crescer! As cores, os detalhes de renda, o corte… Tudo numa sintonia perfeita para deixar uma produção que poderia ser básica, cheia de elegância e charme. Sem falar nessa combinação mágica de preto com amarelo. Simplesmente apaixonada por ele! 

Renata Campos marca Carol Rache

Carol Rache
Carol Rache Macaquinho Renata Campos

Carolina Rache

Detalhes Blog What AboutCarol Rache e Renata Campos

Carol Rache Blog

Renata Campos Carol Rache

Detalhes Carol Rache

Caro Rache Foto

Inverno da La Ví

Já falei um pouquinho da coleção de Inverno da La Ví, marca mineira linda que anda chamando atenção das moças descoladas e que lança, hoje, mais uma edição da La Ví Mag. A publicação acontece a cada estação e, traz, além de editoriais lindos, todas as tendências para o inverno que se aproxima. Para celebrar esse lançamento, nada mais justo do que compartilhar alguns looks da marca que escolhi para apresentar na revista!

Carol Rache para Laví Bh

Carol Rache La VíLaví Carol Rache

Ph: Eduardo Bravin